A vida no quintal

Plano aproximado de uma bela flor vermelha da romãzeira

A romãzeira (Punica granatum) está a dar o ar da sua graça pela primeira vez … E que graça!

Até termos decidido plantar uma, nunca tinha dado atenção à sua flor e desconhecia a sua beleza. Que cor linda!

Plantámo-la na Primavera de 2014 e ao que parece, este ano já vamos ter romãs! Sorriso rasgado 

Algumas flores de romãzeira já a ganharem forma de fruto

Caixa cheia com uma colheita de batata doce e chuchus

Este outono não nos tem sido possível dar tanta atenção ao quintal como desejamos, mas felizmente a vida por lá continua mesmo sem a nossa intervenção. Sorriso

Marmeleiro de dois anos com os primeiros frutos

Há dois anos atrás plantámos um marmeleiro e um ano depois, um gamboeiro. No início deste outono, o marmeleiro deu fruto pela primeira vez. Foi só uma meia dúzia de frutos e tivemos que tirar algumas partes com bicharoco, mas mesmo assim foi uma surpresa muito agradável. E claro está… fizemos marmelada! Sorriso rasgado

Tão poucos frutos e mesmo assim rendeu para duas caixas! Quando ambas as árvores estiverem a produzir bem podemos inventar formas de consumir marmelos! Sorriso rasgado

Laranjas caídas no chaõ sobre a Hera depois do temporal

Há certamente quem tenha queixas muito maiores dos temporais que assolaram Portugal nas últimas semanas, mas por aqui os ventos furiosos também deixaram algumas marcas pouco agradáveis. E não foi só a tranquilidade do nosso sono que sofreu.

Uma área coberta de rama de batata doce

Temos uma floresta de batata doce debaixo do telheiro… Agora estamos a torcer para ter batatas! Dedos cruzados

Arbusto de lúcia-lima a pender para o lado sol

Uma das aprendizagens que fazemos ao longo de toda a vida é a leitura. Essa aprendizagem não se restringe às letras. É muito mais ampla. Aprendemos a ler símbolos e sinais, a ler o céu e as estrelas, os gestos, os rostos, as rugas, os olhares… Resumindo, aprendemos a ler tudo o que nos rodeia.