Bem vindos ao Paginário

Uma coleção de páginas para partilhar o quotidiano, o imaginário, a criatividade e o artesanato de uma família aprendiz de e apaixonada pela Slow Life, pela Transição e Permacultura e empenhada na Sustentabilidade e na Cidadania Ecológica.

Descobrimos uma pérola...

IMG 20170708 212219

Não tem havido tempo para vir aqui dar dois dedos de conversa. Estamos a aproveitar o verão e neste momento viver tem prioridade sobre escrever. Mas descobrimos uma pérola e seria quase um crime não bradar aos sete ventos a sua existência.

Descobrimo-la no FIG - Festival Internacional de Gigantes no Pinhal Novo em Palmela. Somos fãs incondicionais das Artes de Rua e este festival tem sempre lugar cativo na nossa agenda. Nem tudo o que vimos nos enlevou. Houve mesmo um espetáculo que nos causou alguma azia, mas adiante. Gostámos de descobrir o Teatro Circo da Gato Ruim e é bom saber que há espaço para estas companhias na realidade cultural do nosso País. Vinda de Espanha, a Dança da Morte pela EFIMER com o seu esqueleto gigante foi engraçada e fez-me sentir nostalgia da Peregrinação na Expo 98. Para mim a Peregrinação foi simplesmente inesquecível. Mas verdadeiramente arrebatador nesta nossa passagem pelo FIG 2017 foi o espetáculo E-nxada.

A nossa foto não lhe faz a mínima justiça. O espetáculo de circo contemporâneo E-nxada, uma cocriação da companhia Erva Daninha e Binaural/Nodar com a coprodução do Teatro Nacional São João, é simplesmente indescritível. É preciso assistir, estar lá. Para poder sentir. É uma história contada com a poesia dos sons, da luz, do movimento dos corpos, da instalação plástica, do ritmo e do tempo, do trabalho e da terra, da vida e da tradição de um povo, num diálogo susurrante e poderoso com os sentidos e as profundezas da alma. Não é todos os dias que nos contam uma história como esta, nem deste modo. Pura Arte.

Não esmoreçam se ficaram com vontade de assistir. Ainda vão ter essa oportunidade. Consultem a agenda da Erva Daninha.

 

 

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Comentários

  • Nenhum comentário encontado

Deixe os seus comentários

0