O nosso afastamento do blog durante o último ano não foi motivado unicamente pela falta de quorum que referimos anteriormente. Foi motivado também por desalento. Por sentirmos que estávamos demasiado sós nas nossas preocupações com a Sustentabilidade e por sentir que não conseguíamos contribuir em nada para uma mudança de paradigma cada vez mais urgente e indispensável. Passado um ano, sabemos que não estamos sós. E isso dá-nos força e coragem. E sabemos que podemos dar um contributo. O contributo do colibri.

Não nos denominamos colibris por estar envolvidos diretamente no Movimento Colibris em França, embora o apreciemos muito, nos inspire e nos revejamos nele. Identificamo-nos com o colibri no mesmo sentido em que este Movimento se inspirou para escolher o seu nome, fazendo referência à lenda ameríndia sobre o pequeno colibri que acorria a tentar travar um enorme incêndio levando água no bico, enquanto os restantes animais observavam aflitos. A dado momento um dos animais terá perguntado ao colibri se estava doido, se acreditava mesmo que seria com aquelas poucas gotas de água que iria conseguir apagar tamanho incêndio. Ao que o colibri terá respondido: "Claro que não! Mas faço a minha parte."

É isso. Vamos continuar a fazer a nossa parte. Somos pequenos. O nosso contributo é pequeno, mas não baixamos os braços. Somos colibris.