Marianinha - Streptosolen jamesonii

Estávamos no final de Março. Chovia desalmadamente. Cá em casa, estávamos a ficar quase tão cinzentos como aqueles dias que teimavam em esconder de nós o sol . A última lembrança clara que tenho é de andar louca debaixo de chuva de granizo num sábado à noite a cobrir umas pequenas courgettes, numa tentativa desesperada de as salvar, e pensando para comigo “Será que este inverno não tem fim?” Nuvem de tempestade

Ornithogalum arabicum (Estrela-de-Belém)

Mas bastou um piscar de olhos… Num piscar de olhos passou-se mais de um mês e de repente estamos às portas de Maio. Num piscar de olhos a Primavera invadiu o quintal … Logo pela manhã regressou o canto dos pássaros e o seu rebuliço primaveril. Em cada recanto surgem rebentos e flores.

Marmeleiro em flor

Finalmente, o sol iluminou os nossos dias, acariciou a nossa pele e aqueceu a nossa alma. Mais uma vez, a vida renova-se.

Ramo de figueira com figos